Mostrar mensagens com a etiqueta *Béla Tarr. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta *Béla Tarr. Mostrar todas as mensagens

abril 26, 2017


PLAY Pietro Mascagni | Cavalleria Rusticana - Intermezzo

Em quatro minutos,
elevar-me à dor

agosto 04, 2016

©raquelsav | Fotograma de Kárhozat (Damnation) 1987 | Béla Tarr | Midas

DESENLACE
Talvez eu esteja no meio.
Talvez seja noite. Talvez, crepúsculo.
Uma certeza: faz-se tarde.

Pilinszky János (1921 - 1981) | Antologia da poesia húngara | Âncora Editora | 2002 | Trad. e Selec. Ernesto Rodrigues

julho 02, 2015

fotograma de Cavalo de Turim de Béla Tarr
Não nos curamos - mudamos de vício;
Aborrecemo-nos com o que nos dizemos - cada um de nós é muito pouco para se bastar;
Somos demasiado egoístas para um diálogo - mas incapazes de sustentar um solilóquio;
Crescemos como seres de inaudíveis silêncios - matamos por algo que nos acompanhe. 
      [em último caso, a nós próprios]